10 RAZÕES PARA RECICLARMOS NOSSOS RESÍDUOS.

Olá amigos!

Convido vocês hoje a refletir sobre o real valor dos nossos resíduos.

Você sabia, que por ano, são produzidas mais de 2 bilhões de toneladas de lixo no mundo (ONU/2018)?

Que no Brasil, segundo a Consultoria PwC 2018, somente 3,7% deles são reciclados?

A Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública, aponta que nos últimos cinco anos foram enviados para aterros 45 milhões de toneladas de recicláveis, que poderiam movimentar mais de R$ 3 bilhões por ano. 

Para escrever sobre “10 Razões para Reciclar o seu Lixo”, eu convidei duas especialistas e doutorandas na área de gestão de resíduos – minhas amigas e co-fundadoras da consultoria gaúcha Apoena Socioambiental: Joyce Maciel e Daiana Schwengber. Nos encontramos no Centro Cultural Vila Flores, em Porto Alegre – onde elas concederam uma lista exclusiva com 10 razões para reciclarmos nossos resíduos. Confira abaixo, razões pelas quais a reciclagem @impactaomundo:

  1. Gera renda para catadores e cooperativas. 500 mil pessoas no Brasil hoje vivem da reciclagem – e catadores são responsáveis por 90% de todo o lixo reciclado no país.
  2. Incentiva à indústria da reciclagem e uma economia mais solidária: Cerca de 30 mil destas pessoas mencionadas trabalham em cooperativas.
  3. Oportuniza abertura de novas empresas/startups focadas na valorização dos resíduos: Como exemplo, a StartUp Bio8 – que transforma resíduos em produtos como placas de trânsitos e bancos de praça.
  4. Reduz a extração de recursos naturais. Não é mais necessária a extração de matéria prima virgem – o que é relevante considerando que o modelo de consumo e produção atual dos seres humanos consome 35% a mais de recursos do que a capacidade que a natureza tem em se regenerar.
  5. Você aumenta a vida útil dos aterros sanitários – que possuem espaços limitados.
  6. Proporciona às pessoas uma melhor qualidade de vida – reduzindo contaminações e minimizando doenças – como por exemplo, quando objetos que serviriam de criadouros para mosquitos como aedys aegypti estão sendo reaproveitados e transformados em novos produtos.
  7. Provoca a valorização dos resíduos – que muitas vezes, transforma quem recicla em um consumidor mais consciente.
  8. Reduz custos governamentais (e consequentemente nossos como contribuintes) relacionados à transporte e armazenamento indevidos, ao desviar matéria prima corretamente dos aterros.
  9. Reduz a emissão de gases e consequente poluição do ar (por exemplo, plásticos em decomposição liberam metano e etileno na atmosfera; ou o Co2 que é liberado por caminhões de lixo em longos trajetos para aterros, em sua maioria distantes dos grandes centros).
  10. Reduz a contaminação do solo e consequente poluição das águas.

Grande abraço,

Aline Néglia.

Abaixo, o vídeo que gravamos para o Youtube:

Postar um comentário